quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Questionaram o AAS para Prevenção Cardíaca Primária

Aspirin for primary prevention of cardiovascular disease?


Aspirina "não deve ser rotineiramente iniciada" para a prevenção primária das doenças cardiovasculares, e para pacientes que já tomam aspirina, sua utilização deve ser revista, recomenda a publicação do BMJ Drug and Therapeutics Bulletin.

Depois de considerar as recomendações de diversoas meta-análises, os autores concluem que as evidências disponíveis "não justificam o uso rotineiro da aspirina em baixas doses na prevenção primária de [doenças cardiovasculares], em indivíduos aparentemente saudáveis, incluindo aqueles com pressão arterial elevada ou diabetes. " Eles dizem que o risco de hemorragias graves devido ao uso crônico de aspirina, por vezes, compensa os benefícios da aspirina.

Os autores acrescentam que, para pacientes que já tomam aspirina, "a decisão sobre se deve continuar com o tratamento devem ser tomadas pelo paciente e um profissional de saúde à luz das evidências disponíveis."

O Guideline do USPSTF apontava justamente a necessidade de maiores estudos sobre o balanço entre riscos e benefícios do uso do AAS. Acesse:

USPSTF guideline

Artigo (não livre acesso) do BMJ DTP