segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Fiocruz apresenta Agenda Estratégica para a Saude no Brasil

Agenda Estratégica para a Saude no Brasil
(adaptado do email da RedeAPS)

Divulgados resultados da reunião de entidades e militantes da Reforma Sanitária, do SUS, do setor saúde e da sociedade brasileira com o Ministro Padilha no dia 05 de agosto de 2011. A reunião ocorreu no Rio, na FIOCRUZ, durante o Seminário Preparatório à Conferência Mundial de Determinantes Sociais da Saúde - que oco rrerá no Rio de Janeiro de 19 a 21 de outubro próximo. À semelhança de outras reuniões, a coincidência com um evento nacional facilitou e ampliou a participação.

O encontro com o Ministro marcou o lançamento público do sítio da AGENDA ESTRATÉGICA PARA A SAÚDE NO BRASIL http://www.saudeigualparatodos.org.br e foi precedido de de uma reunião (dia 04/08/2011) de entidades e militantes na ENSP. As reuniões estão amplamente divulgadas nas páginas da Abrasco, Cebes, Rede Unida, e no sítio na Internet (http://www.saudeigualparatodos.org.br) é possível obter cópia do documento, enviar mensagens, deixar contribuições e participar do debate sobre as propostas para a saúde no país. O evento oportunizou o debate de visões e expectativas, em um clima de diálogo que priorizou o debate sobre compromissos que melhorem o desempenho do Sistema Único de Saúde e as condições de saúde da população.

Segundo Luiz Augusto Facchini (Abrasco):
A AGENDA é um esforço da capacidade de diálogo das entidades e militantes em favor do pleno alcance dos propósitos e fundamentos do SUS e, ainda mais importante, do entendimento de que saúde é desenvolvimento e por isso precisa ocupar posição central nas políticas de desenvolvimento do país. É também o resultado de um movimento solidário, que sem definir chefes e subalternos e sem exigir a renúncia de pontos de vista e princípios de entidades e sujeitos, deseja mobilizar corações e mentes para que se alcance um SUS igual para todos, desde governantes e trabalhadores até a academia e a sociedade brasileira. O documento não tem a cara de apenas uma entidade, é a síntese complexa e possível de múltiplos participantes. O documento olha o SUS de maneira sistêmica, buscando avanços que consolidem a materialização financeira, de gestão, da rede de serviços, da força de trabalho, de ciência, tecnologia e inovação em nosso sistema de saúde.

Faça o Download da "Agenda Estratégica":


Publicado originalmente por Leonardo C M Savassi