segunda-feira, 31 de março de 2014

Nota da SBD e SBEM sobre matéria do JN: medicações para Diabetes


Comunicado Importante da SBEM e SBD 

A Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) rebatem em nota uma matéria do Jornal Nacional de 28/03/2014 sobre a ocorrência de efeitos adversos de medicações anti-diabéticas.

Nesta, o diretor do núcleo de estudos da Vigilância Sanitária de São Paulo, Adalton Guimarães Ribeiro, confirmou "a ocorrência de pancreatite, alguns casos de câncer pancreático e também reações adversas na tireoide, como neoplasia de tireoide" que estariam relacionados a sete princípios ativos: liraglutida, exenatida, linagliptina, metformina, saxagliptina, sitagliptina e vildagliptina. 

Além disso, a matéria também alerta sobre estes princípios ativos estarem liberados pela ANVISA para venda livre, sem prescrição. A SBD e a SBEM posicionam-se contra esta regulamentação, sugerindo maior controle sobre a prescrição e dispensação destes remédios, em especial os injetáveis. 

Segundo a SBEM e SBD, há erros importantes nas informações da matéria. A inclusão da metformina nessa lista, por exemplo, é incorreta: o fármaco faz parte de todos os consensos científicos como conduta inicial no tratamento do diabetes e não está associada a qualquer dos efeitos colaterais mencionados na matéria. 

Segundo a SBEM e a SBD, a Metformina tem
segurança comprovada por décadas de uso

Segundo as entidades, as demais drogas citadas na matéria estão em análise contínuo pelas sociedades científicas mundiais quanto ao potencial de dano ao pâncreas e na tireoide, e as evidências até o momento apontam para a ausência de correlação entre esses tratamentos e os problemas citados, embora o tema permaneça em acompanhamento pela comunidade científica internacional. 


Assinam a nota:
Nina Musolino - Presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia 
Walter Minicucci - Presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes

Fonte: http://www.endocrino.org.br/comunicado-importante-da-sbem-e-sbd/
Publicado em http://medicinadefamiliabr.blogspot.com a partir da nota oficial da SBEM e SBD.