sábado, 5 de setembro de 2009

Burnout afeta o envolvimento do médico com o paciente com problemas mentais de maneira positiva

Does burnout among doctors affect their involvement in patients' mental health problems? A study of videotaped consultations

Estudo Livre Acesso publicado no BioMed Journals estuda 126 General Practitioners (GPs) holandeses através de 1890 consultas filmadas para avaliar se o Burnout ou Insatisfação dos GPs pode interferir no cuidado a pessoas vivendo com doença mental.

Eles encontraram: GPs sob burnout (exaustão ou insatisfação) tem consultas mais demoradas, GPs com sentimentos de "despersonalização"falam mais sobre tópicos psicológicos ou sociais, GPs com sentimentos de realização reduzida comunicam-se menos afetivamente, são menos pacientes centrados, e tem menos contato visual. Não ouve relação entre os sentimentos de burnout ou insatisfação com o tempo dedicadou ou com a avaliação psicológica dos problemas dos pacientes.

Os autores concluem que GPs com maiores níveis de exaustão ou despersonalização algumas veze promovem mais oportunidades de discutir problemas em saúde mental, o que aumenta a chance de um cuidado mais adequado. O problema é: a que preço?

Acesse o artigo no link abaixo:

(PDF)