sábado, 5 de setembro de 2009

Devemos medir a circunferência da coxa?

Thigh circumference and risk of heart disease and premature
death: prospective cohort study

Estudo publicado no BMJ aponta a medida da circunferência da coxa como medida antropométrica fundamental para a prática de Atenção Primária.

Os autores estudaram 2816 dinamarqueses (1436 homens and 1380 mulheres entre 35 e 65 anos) por 10 anos observando como desfechos a incidência de doença cardiovascular, doença coronariana e mortalidade.

Após a análise ajustada, a circunferência da coxa abaixo de 60 cm (24 polegadas) esteve associada ao maior risco de morte e doença cardiovascular. Não houve outros pontos de corte relacionados com limites superiores de benefício. Os autores sugerem uma baixa massa muscular local e uma possível ausência de gordura subcutanea, que poderia estar relacionada a um pior metabolismo lipídico e da glicose.

E concluem: "The measure of thigh circumference might be a relevant anthropometric measure to help general practitioners in early identification of individuals at an increased risk of premature morbidity and mortality"

Acesse o artigo em PDF:

BMJ