sábado, 5 de setembro de 2009

Qualidade de Vida (HUI2) de idosos em Atenção Domiciliar

Sex differences in the relative contribution of social and clinical factors to the Health Utilities Index Mark 2 measure of health-related quality of life in older home care clients

Os autores apontam para a necessidade de entender os determinantes clínicos e sociais da Qualidade de Vida, incluindo diferença entre os sexos, em uma população tão heterogenea quanto aquela que recebe homecare. Para isto, uma amostra canadense e estadunidense incluiu 514 pacientes idosos foi avaliada através do Health Utilities Index Mark 2 (HUI2)

As associações foram avaliadas através de modelos de regressão linear para análise multivariada. Foram encontrados escores menores para o HUI2 em mulheres. Piores escores de qualidade de vida associada a saúde foram observados em pacientes com cuidadores sobrecarregados.

Vários outros fatores foram estatisticamente significativos, tais como artrite, doença psiquiátrica, incontinência vesical, infecção do trato urinário. ALém destes, foram considerados "clinicamente importantes" solidão, ICC, úlceras de pressão. Os autores apontam que os escores de qualidade de vida relacionados a saúde estão negativamente associados aos fatores citados acima, independente do sexo.

Como conclusão, sugerem a necessidade de aprofundamento nas questões específicas de gênero para abordagem mais individualizada de cada pacientes.

Uma realidade vivenciada por nossas Equipes de Saúde da Família ao lidar com uma população em atendimento domiciliar que determina a necessidade do cuidado não pela doença, mas pela dependência, condições culturais/ familiares, e pela ausência da rede social adequada.

Acesse o artigo: