segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Ginkgo não impediu ou retardou o declínio cognitivo em adultos mais velhos

Ginkgo biloba for Preventing Cognitive Decline in Older Adults

A Randomized Trial


Extrato de ginkgo biloba não preveniu ou retardou o declínio cognitivo em adultos mais velhos, de acordo com um estudo do JAMA.

3000 adultos estadunidenses (72 a 96 anos) com cognição normal ou transtorno cognitivo leve foram randomizados para 120 mg de ginkgo duas vezes por dia ou placebo. Durante uma mediana de 6 anos de seguimento, os dois grupos não diferiram nas taxas anuais medidas de declínio cognitivo global, ou das taxas de declínio em áreas específicas, como memória, linguagem, ou uma função executiva.

Acesse: