sábado, 12 de fevereiro de 2011

Estamos anos atrás...

Se por um lado a Estratégia de Saúde da Família progrediu rapidamente rumo a expansão e consolidação do modelo, nossas evidências e conhecimento na área anda a passos lentos e precários. Toda vez que eu entro em alguma Força Tarefa ou em uma agência estrangeira tenho vergonha.


Observem o exemplo da Agency for Healthcare Research and Quality dos EUA. Essa agência financia a Força Tarefa Americana, que tem excelentes e anuais revisões sobre os conhecimentos direcionados para a Atenção Primária.

A questão é muito simples: Com a potencialidade que temos para sermos criativos e da forma que abraçamos a APS, por que não podemos ter uma organização das evidências disponíveis levando em conta nossa população e nossas características? Por que essas evidências não saem anualmente?

Não é falta de dinheiro. Porque dinheiro é devolvido pelo Ministério da Saúde anualmente. Precisa-se mudar essa realidade! Temos que começar a melhorar a qualidade na Saúde da Família, já! Somente cursos de especialização não serão suficientes!!

Publicado originalmente em http://medicinadefamiliabr.blogspot.com/