sexta-feira, 6 de março de 2009

Atividade física no lazer e mortalidade global

Total mortality after changes in leisure time physical activity in 50 year old men: 35 year follow-up of population based cohort

Uma coorte de 35 anos conduzida no município de Uppsala, na Suécia, acompanhou 2205 homens com 50 entre 1970-1973, que foram reexaminados nas idades de 60, 70, 77 e 82 anos, tendo como desfecho a mortalidade global, por qualquer causa.

A diferença de mortalidade entre grupos de baixa, média e alta atividade física em 1000 pessoas foi de 27.1, 23.6, and 18.4 respectivamente. Homens que aumentaram seu nível de atividade física entre 50 e 60 anos mantiveram uma maior taxa de mortalidade durante os primeiros cinco anos de acompanhamento, porém após 10 anos houve redução da mortalidade para o nível daqueles que se mantiveram em alta atividade física, em uma redução comparável àquela relacionada a cessação do tabagismo.

O artigo foi publicado no British Medical Journal de 05 de março de 2009 e encontra-se em livre acesso para leitura.

Acesse o artigo na íntegra

(Leonardo Savassi)