quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A carreira do MFC no Brasil

Artigo desenvolvido pelo Núcleo de MFC da Ufscar sobre a escolha da carreira de MFC

Médico de família: ser ou não ser? Dilemas envolvidos na escolha desta carreira
The Family Physician: to be or not to be? Dilemmas related to career choice

Guilherme Arantes Mello
Augustus Tadeu Relo deMattos
Bernardino Geraldo Alves Souto
Bruno José Barcellos Fontanella
Marcelo Marcos Piva Demarzo
RESUMO
A Estratégia Saúde da Família é responsável por reorganizar o Sistema Único de Saúde brasileiro por meio da Atenção Primária.O aumento substancial de programas e vagas para residência em Medicina de Família e Comunidade, ocorrido desde 2002, é uma das estratégias para suprir o crescente mercado de trabalho correspondente. Entretanto, menos da metade dessas vagas são ocupadas.Aliteratura brasileira apresenta poucas evidências sobre omotivo desta baixa procura. Alguns países que optaram pelo fortalecimento da Atenção Primária em seu sistema de saúde tambémexperimentamumacrise aparente na escolhadesta carreira pelos egressosmédicos.Neste ensaio, revisamos algumas questões envolvidas nesta escolha, apontando sua complexidade e a necessidade de investigações sistematizadas sobre as motivações dos alunos de graduação em optarem ou não por esta especialidade médica, particularmente no Brasil.


Este é um chamado "Ahead-of-print". E
O artigo faz parte da REVISTA BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO MÉDICA 33 (3) : 475 – 482 ; 2009, que ainda não foi publicada.


O seguinte link deverá ligar à revista específica:
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issuetoc&pid=0100-550220090003&lng=pt&nrm=iso


Revista Brasileira de Educação Médica


Créditos pela notícia:
Marcelo Marcos Piva Demarzo
Universidade Federal de São Carlos
marcelokele@ufscar.br / (16) 33518340
http://lattes.cnpq.br/92429969 36416312
http://www.linkedin .com/pub/ dir/marcelo/ demarzo